SkypeMe™!
 
 

ATO MÉDICO: O SUS e seus trabalhadores

Excelentíssimo(a) Senhor(a)
 
O Projeto do ATO MÉDICO, que não é um projeto da categoria dos médicos, mas de um grupo conservador, corporativista e de pensamento único da medicina, deu um tiro no pé. 
Pela dificuldade e o desinteresse que esse grupo tem em assegurar direitos, promover conquistas e lutar por avanços desses trabalhadores, que encontram-se, totalmente, precarizados, há dez anos ilude essa categoria, tentando aprovar uma lei no Congresso Nacional, que seja a garantia de melhores condições e relações de trabalho, de um trabalho decente. Ora, o trabalho decente não se conquista, através de uma lei que fere os princípios do SUS, de dominação e amordaça os saberes e as práticas das outras profissões.

Todas as outras profissões reconhecem o trabalho da categoria médica, e jamais executariam algum ato inerente ao objeto de estudo, específico, desse exercício profissional. Assim, a saída para uma saúde de qualidade é que a mesma seja feita em equipe multiprofissional. Nenhuma profissão pode avançar, trazendo benefícios positivos para o usuário do SUS, se não for através de equipe, numa visão integral e plural dos saberes.Cada profissional de saúde pode, a partir de seu objeto de estudo, exercer sua profissão, já regulamentada, com autonomia, liberdade e encaminhamento de pedido e demanda para avaliação a um outro profissional de saúde.

O importante, realmente, é lutarmos, todas as profissões de saúde, por um trabalho digno, responsável, com formação permanente, integrado, e uma jornada adequada, para dedicarmos a quem da saúde precise.
Os médicos que têm uma visão democrática, plural, e que vêem o corpo como um campo de possibilidades pensam e agem diferente.

DIGA NÃO AO ATO MÉDICO, E SIM A SAÚDE - CLIQUE AQUI

VÍDE CFP - CLIQUE AQUI

Roges Carvalho
Diretor do Sindicato dos Psicólogos de Minas Gerais

alt alt

Centro de Referência Técnica em Psicologia e Políticas Públicas

O Centro de Referência Técnica em Psicologia e Políticas Públicas

Conselho Federal de Psicologia
SAF SUL (Setor de Administração Federal Sul), Quadra 2, Bloco B, Edifício Via Office, Térreo, Sala 104.
CEP.: 70070-600
Tel.: 61 2109 0100
Fax: 61 2109 0150

Website: crepop.pol.org.br/novo/

Conselho Regional de Psicologia – Minas Gerais


Entre em contato com o Conselho Regional de Psicologia – Minas Gerais(CRP-MG)

Telefone: (31) 2138-6767
Email: crp04@crp04.org.br
Website: www.crpmg.org.br